Kouta (小唄)

Como vimos no post sobre história do Shamisen, existiam dois grupos de canções japonesas acompanhadas por shamisen. Utamono (música lirica) e Katarimono (música narrativa) e a Kouta é classificada entre do grupo de Utamono, assim como o Nagauta. A maioria das músicas de Kouta são cantadas em menos de 1 minuto, quando longas não passam de 3 a 4 minutos. Como é diretamente representado pelo kanji de “Kouta”(小唄、小 curto e 唄 canção).

Em meados da Era Edo (1603- 1868), canções populares e músicas folclóricas começaram a ser acompanhadas pelo Shamisen, instrumento recentemente importado e readaptado para o Japão, inicialmente na região oeste (Kyoto e Osaka) depois essas canções foram gradativamente para cidade de Edo (atual Tóquio).

Mais tardiamente na Era Edo, estas músicas enraizadas do oeste e músicas folclóricas da região todas foram chamadas de Hauta e ficaram muito populares na cidade de Edo. Então algumas canções de Hauta foram cantadas em um  ritmo mais lento com graça e este modo de cantar Hauta foi nomeado de Utazawa e se tornou muito popular entre as pessoas de gosto bem refinado.

Um pouco depois de Utazawa nascer, havia uma nova tendência para cantar Hauta com requinte e este tipo de música se tornou o Edo Kouta, protótipo ainda do Kouta. O Kouta foi afetado pelo gosto do oeste inicialmente, mas depois uma mulher chamada Kiyomoto Oyo (1840-1901) que fez um arranjo de Tanka para o Kouta e está canção “Chiru no Uki” foi reconhecida como a primeira original de Edo Kouta.

 

Escritura da letra de “Chiru no Uki”

Desde então, a original Edo Kouta foi gradativamente criada por ela, seu marido Kiyomoto Enjudayu IV e outros membros do grupo de Kiyomoto e assim foi definida a forma musical Kouta. Assim, o Kouta alcançou grande popularidade, ofuscando os estilos Hauta e Utazawa como  passar do tempo e mais músicas foram criadas por novas fontes como Tokiwazu, Nagauta e outros tocadores tradicionais desde então.

Observações gerais:

Um ponto ser considerado a família Kiyomoto, sendo o pai de Oyo, o Kiyomoto Saibei II e marido Kiyomoto Enjudayu IV, eram todos influentes no meio kabuki, então essa transformação e criação de forma musical era fortificada por esse contexto.

Um ponto técnico a se lembrar é que o estilo Kouta não usa o Bachi (plecto) para tocar na maioria das músicas, dando assim um timbre mais suave.

E o Kouta é um gênero que prosperou e continua a ser tocado pelas Geishas.

Escute alguns exemplos de Kouta a seguir:

 

Fontes:

http://www.kouta-renmei.org/english.html
http://www.yukoeguchi.com/yuko/Kouta.html

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s